Header Ads

Cachorros têm a capacidade de farejar câncer no sangue de pessoas

Cães conseguem farejar câncer no sangue de seres humanos

O cães da raça beagle, com habilidade de farejar sangue podem se tornar grandes aliados na detecção precoce de câncer nos seres humanos. Foi apresentado um estudo na reunião anual da Sociedade Americana de Bioquímica e Biologia Molecular na conferência de Biologia Experimental de 2019 em Orlando, Flórida. 

Foi comprovado que os beagles podem farejar câncer no sangue humano com incrível grau de precisão. No teste, foram adestrados 4 cães da raça beagle a distinguir entre amostras de sangue saudável e amostras de pacientes com câncer.

Para notar o nível de precisão do resultado, o ser humano tem aproximadamente 6 milhões de células captadores de odores e somos capazes de identificar aproximadamente 1 trilhão de aromas. Já os cachorros, a maioria das raças possuem mais de 220 milhões das mesmas células, o que os torna bem mais sensíveis a odores que não podemos perceber. 

O incrível resultado do experimento: os beagles capacitados foram capazes de identificar amostras de sangue de pacientes com câncer com 97% de precisão. 

A principal pesquisadora e gestora do estudo, Heather Junqueira, afirmou que os resultados podem levar à detecção canina como um complemento não invasivo e de custo baixo para dignóstico precoce de câncer. A amostra revela que além do câncer poderão ser detectadas outras doenças.

“Este trabalho é muito emocionante porque abre caminho para pesquisas futuras em dois caminhos, o que poderia levar a novas ferramentas de rastreamento do câncer. Um deles é usar os cães para detecção de odores como método de detecção de cânceres, e a outra seria determinar os compostos biológicos que os cães detectam e, então, projetar testes de rastreamento do câncer baseados nesses compostos.”

Estes avanços são significativos e qualquer soma para a detecção precoce do câncer são bem-vindas. Aguardemos boas notícias de evoluções neste estudo.

Nenhum comentário